Koji Horigome, o original designer japonês mostra que é possível fugir do converncional no processo de “shoemaking”.